15.2 C
Três Lagoas
12 de agosto de 2022.
Pantanal Agora – Portal de Noticias Três Lagoas/MS

Mais uma atleta de MS chega ao pódio nos Jogos Escolares Mundiais

Campo Grande (MS) – Dia memorável para a campo-grandense Maria Júlia Moreira. A judoca conquistou, nesta quinta-feira (19), a medalha de bronze nos Jogos Escolares Mundiais, a Gymnasiade 2022, considerado o maior evento esportivo escolar do mundo, que neste ano é sediado na Normandia, região localizada no Noroeste da França. A atleta de 17 anos é beneficiária do Bolsa Atleta, programa do Governo do Estado administrado pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

O bronze foi alcançado na categoria até 63 quilogramas (kg). “Maju”, como é conhecida, superou duas adversárias, antes de ser derrotada na semifinal por Kenza Cossu, de Luxemburgo. Maria Júlia treina na Associação Desportiva Moura, de Campo Grande, destacando-se como uma das principais atletas femininas da delegação brasileira no evento.

“O judô sul-mato-grossense é uma das potências do nosso país, tem tradição de revelar grandes atletas e também mostra isso ao mundo. A Maria Júlia é um desses casos, uma atleta muito talentosa e que representou bem Mato Grosso do Sul lá fora”, comemora o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho.

Além de Maria Júlia, Mato Grosso do Sul conquistou outros dois pódios na competição: a prata de Larissa Barros, paratleta da categoria até 57 quilogramas (kg), e o bronze de Andrey Kutter, na categoria menos 50 quilogramas (kg). No total, a delegação verde e amarela tem 346 integrantes nos Jogos.

A Gymnasiade 2022, os Jogos Escolares Mundiais, teve início em 14 de maio e segue até o dia 22, na Normandia, na França. O evento internacional acontece a cada dois anos e reúne mais de 100 países em cada edição. Esportes convencionais também estão no programa: tiro com arco, atletismo, badminton, basquete 3×3, vôlei de praia, boxe, dança, esgrima, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, orientação, rugby, natação, tênis de mesa, taekwondo e luta olímpica. Além do judô, o paralímpico conta com o atletismo e a natação.

Clara Rockel e Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de destaque: Divulgação/FIEMS

Assessoria de Comunicação da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul